Constatámos que está a utilizar um navegador não compatível. O Web site do Tripadvisor poderá não ser devidamente apresentado.Compatibilidade com os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Rundale Palace Museum (Rundales Pils)
Aberto hoje: 10:00 - 17:00
Guardar
  
Google
Rundale Palace Museum (Rundales Pils) – Formas de conhecer
desde 263,43 US$
Mais informações
desde 51,77 US$
Mais informações
desde 137,91 US$
Mais informações
desde 51,77 US$
Mais informações
Avaliações (561)
Filtrar avaliações
561 resultados
Classificação dos viajantes
357
167
32
4
1
Tipo de viajante
Época do ano
IdiomaTodos os idiomas
Mais idiomas
Classificação dos viajantes
357
167
32
4
1
Ver o que os viajantes estão a falar:
Filtros selecionados
Filtrar
A atualizar...
1 - 6 de 561 avaliações
Avaliado 23 de junho de 2019

Sendo um imponente palácio com ao que me lembro ,creio que a guia referiu 138 divisões, é em minha opinião os jardins de tipo francês a parte mais impressionante de todo o complexo; são milhares de roseirais de diferentes perfumes e cores, que pelo menos nesta altura podem ser vistos ,aconselho utilizando os carrinhos eléctricos conduzidos por uma funcionária ,a troco de 3 euros.
Não que o palácio semelhante na sua estrutura ao museu Hermitage ( teve o mesmo arquitecto de nome Rastrelli) não seja igualmente impressionante, sendo hoje utilizado para recepção de altas individualidades de visita à Letónia, mas em meu entender o conjunto do acervo do mesmo é muito menos impressionante que o parque exterior.
Falta acrescentar que o palácio fica a cerca de 80 km de Riga, próximo da fronteira da Lituânia ,e que é interessante ouvir a história deste que é considerado o mais relevante palácio dos países bálticos.

Data da experiência: junho de 2019
1  Obrigado rui m
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 17 de maio de 2019

O Palácio de Rundale é o mais importante palácio barroco da Letónia. Fica situado em Pilsrundāle, a cerca de 79 km de Riga. Entre quartos e salas, possui 138 divisões divididas pelos seus dois andares.
O palácio foi construído na década de 1730 como residência de Verão de Ernesto João de Biron, o Duque da Curlândia. O seu arquitecto foi Bartolomeo Rastrelli, responsável, igualmente, pelos desenhos dos imperiais Palácios de Inverno e de Verão, em São Petersburgo.
Depois da Curlândia ser absorvida pelo Império Russo, em 1795, Catarina, a Grande, ofereceu o palácio de presente ao seu amante, o Príncipe Zubov, que ali passou os seus anos de declínio. A sua jovem viúva, Thekla Walentinowicz, filha dum proprietário rural da região, voltou a casar com o Conde Shuvalov, levando, deste modo, o palácio para a Família Shuvalov, com a qual se manteve até à Revolução Russa de 1917.
O palácio e os jardins circundantes são agora um museu.É um lugar imperdível.

Data da experiência: maio de 2019
Obrigado ClaudioGomes47
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 26 de novembro de 2018

Inaugurado em 1768, mantém até hoje a beleza e a imponência de um dos principais palácios dos Bálticos. Os extensos e bem cuidados jardins, talvez a maior atração do palácio, o levou a ser chamado de o Versalhes dos Bálticos. E não é exagero.
A parte interna, transformada em museu em 1972, possui, entre quartos e salas, 138 divisões divididas pelos seus dois andares.O estilo é barroco.
Fica a 80 km de Riga, capital da Letônia, e é uma das principais atrações turísticas do país. Vale mesmo a visita, que sai por 8 euros, incluindo palácio e jardins.

Data da experiência: setembro de 2018
Obrigado Gera_10
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 16 de novembro de 2017

Situado ao sul do país na fronteira com a Lituânia, construído em estilo barroco em 1736 por Rastrelli, o mesmo arquiteto do Palácio de Inverno de São Petersburgo, a mando de Ernst Biron, amante da czarina russa. Chegue cedo para evitar as inúmeras excursões guiadas, as fotos só são permitidas para quem pagar a um aditivo para fotos no ingresso. O interior do palácio é lindamente decorado e possui inúmeras salas bem decoradas, os jardins de inspiração francesa são bem cuidados e amplos. Se for de carro, existe um estacionamneto gratuito no local, bem pertinho da entrada do castelo. Recomendo a visita.

Data da experiência: junho de 2017
1  Obrigado mlfadeli
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 29 de setembro de 2017

Belo palácio , com jardim magnífico . Uma versão menor mas não m nos charmosa do palácio de Versalhes. Restauração completa recem concluida. Vale a visita .

Data da experiência: setembro de 2017
Obrigado Acrisg
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Ver mais avaliações