Constatámos que está a utilizar um navegador não compatível. O Web site do TripAdvisor poderá não ser devidamente apresentado.Compatibilidade com os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Hotéis nas proximidades
Avaliações (148)
Filtrar avaliações
148 resultados
Classificação dos viajantes
132
13
3
0
0
Tipo de viajante
Época do ano
IdiomaTodos os idiomas
Mais idiomas
132
13
3
0
0
Ver o que os viajantes estão a falar:
Filtrar
A atualizar...
4 - 9 de 148 avaliações
Avaliou em 14 de março de 2017

Já tinha sido reconhecida antes e recebido outros prémios de Arquitectura, e agora no dia 7 de novembro de 2016 a Casa Modesta no Algarve foi premiada como Melhor Hotel Ambiental ~ Prémios Excelência Condé Nast Johansens 2017 em Londres!
É verdade. É uma casa modesta a que nos acolhe, e o nome desta família não podia ter sido mais bem atribuído. Estas pessoas vivem aqui ao lado, no Algarve, e estão de parabéns por este prémio.
Estão de parabéns por se terem unido, em torno do amor, carinho e memória de um homem.
O retorno tem muitas faces, e chega mais rapidamente aos corajosos, que vivem e fazem as coisas na vida por amor. Chega mais depressa aos que não desistem dos seus sonhos, do que aos gananciosos que querem tudo, e desejam ficar ricos, de um dia para outro, muitas vezes impelidos a fazer as coisas sem amor, ou sem olhar a meios.
Estar à frente do seu tempo, ser modesto, por natureza e por nome, ser bondoso, fazer o bem para todos sem esperar nada em troca, ser um visionário, nem sempre é fácil para os que trilham este caminho. Muitas vezes, tem que lidar com a incompreensão de quem os rodeia. E por vezes, morrem sem nada, sem ninguém. Felizmente, não é este o caso de Joaquim, conhecido como "O Campeão do Mar”.
Joaquim Modesto De Brito (1931-2000), natural desta zona de Olhão, foi o grande inspirador deste projecto.
Pai e Avô dedicado, deixou um vasto legado, hoje bem vivo.
A Casa Modesta é um belíssimo testemunho das suas memórias e de vivências ancestrais. Recuperar e reconstruir o que quer que seja no Parque Natural da Ria Formosa não é tão simples como noutros terrenos. Ainda por cima, com todos os materiais tradicionais, a respeitar 100% a arquitectura original. Por isso, eu desconfio que lá em cima no céu e nas estrelas, o senhor Joaquim Modesto deve estar bem feliz e orgulhoso. Fazer o bem compensa.
“A porta está aberta para receber quem chega, com a mesma alegria com que corríamos para os braços dos avós em meninos. Tantas memórias inscritas nestas paredes, que nós, os netos, não podíamos deixar que se perdessem. Assim, nasceu a Casa Modesta, um turismo rural de traços contemporâneos, com nove quartos e pátios privados”, diz o guia em papel colorido.
A porta do coração dos descendentes e da D. Carminda, esposa deste homem, que amava a terra e o mar, também está sempre aberta, e somos recebidos sem cerimónias, mas com todos os mimos e requintes. Como amigos. Como família. Estamos na casa do avô Modesto. Aqui estamos na nossa casa.
Estão de parabéns pelo prémio e pela brilhante visão, a dos netos. Vânia, a arquitecta, fundadora da PAr.
Carlos, que trocou os últimos vinte anos a viver em Lisboa por esta calma e sossego, e nos recebe com simplicidade.
Pedro, que nos oferece massagens de sonho no mini Spa.
E a doce Guida, a fada da cozinha que nos mima com os melhores manjares., como a Quinoa com Romãs.
Afinal o paraíso existe. E é mesmo aqui, ao virar da esquina.
Conheci a D. Modesta Fernandes há uns seis ou sete anos, quando na altura eu vendia uns chocolates biológicos deliciosos feitos com ouro incenso e mirra. Não era um emprego, nem part-time. Não ganhava nada com isso, apenas novos amigos e o prazer de partilhar algo muito bom. Nessa altura, não fazia ideia quem eram os Modesto, nem sabia nada sobre o seu pai. Mas senti logo muita empatia e admiração por esta mulher que me pareceu mais empreendedora, amorosa e consciente, que as da sua geração. Só conheci o seu filho mais novo há quatro anos, depois de deslocar um osso do ombro.
E o convite para visitar a Casa Modesta recebido há mais de um ano, veio pelo Pedro e pela Fedra Coelho, meus queridos anjos da YinMotion em Tavira, que me garantiram:” a Avani vai adorar a recuperação que fizemos na casa do nosso avô em Quatrim do Sul, a espreitar a ria e o mar!”.
Aceitei super feliz, e como de costume, coloquei-me de imediato disponível para a visita quando fosse o melhor momento para todos. Cheguei a imaginar que seria uma visita romântica. Mas não foi. Depois de celebrar o seu aniversário há poucos dias no Algarve, o meu querido amigo Ricardo Martins de Freitas, que já conhecia o Hotel premiado, resgatou este convite, brindando-me com uma enorme alegria. Combinámos tudo, e lá fomos, ele de carro e eu de comboio até Olhão. O dia estava agradável, com sol, sem vento. Não fosse a pequena hérnia discal a incomodar, até tinha ido de bicicleta pela Eco-via.
De manhã, ainda em casa, quando estava a fazer a minha primeira visita ao site da Casa Modesta, mal pude conter as lágrimas de emoção quando os meus olhos pousaram nesta fotografia do avô Modesto a preto e branco nas mãos do Carlos, sentado ao volante do carro, também uma relíquia recuperada.
Quando vejo o amor na sua forma mais pura, para lá do tempo, da vida e da morte, é sempre arrebatador.
Já vos falei do pequeno guia colorido em papel. Está muito bonito.
E recomendo a sua leitura. Mas o que recomendo mesmo, e quanto antes, é fazerem as malas, e passarem o próximo fim de semana neste paraíso!
Não vos vou falar dos quartos absolutamente encantadores, caiados e decorados com cortiça, nem da maravilhosa piscina transformada em tanque onde apetece mergulhar e que serve para regar a horta, nem dos fantásticos workshops que aqui se realizam.
Não vos vou falar dos encantos naturais, das aves que migram, dos mariscadores, dos barcos que embelezam a ria, dos figos a secar ao sol, das estrelas todas a brilhar à noite nas açoteias só para nós. Nem da deslumbrante ilha da Armona, mesmo em frente, a dois passos.
Não vou porque não posso.
Lamento, tem que vir, ficar alojados no que de melhor se faz em Portugal, e perceber ao vivo, a razão porque este Hotel ecológico acabou de ser premiado.
Vale bem a pena vir de perto, de longe, de todo o lado, para saborear uma refeição preparada com muito amor pela Guida, com os legumes da horta biológica, cuidada pelo senhor Amaro.
Em todas as refeições há opção vegana, cru, ou vegetariana, desde que reservada com um dia de antecedência.
Hoje é dia de são Martinho, dia em que uma parte da humanidade celebra a luz dentro de cada ser apesar da escuridão do inverno que se aproxima, e a alegria de partilhar a abundância, com os que tem menos que nós. Na mesa grande de madeira do pequeno almoço há sumos naturais de romã, laranja, chá de erva príncipe. Doces caseiros, mel dos apicultores locais e yogurtes naturais, feitos à antiga, com os cardos que crescem selvagens nos campos. Tudo é fresco, as papaias, mangas, bananas, morangos, frutas do jardim. O bolo de castanhas. Os meus olhos até saltam das orbitas ao ver as taças de barro com quinoa, açafrão, mel e romãs. Sou uma grande apreciadora deste cereal inca. A gratidão que sinto é maior que eu, e as palavras para agradecer não me saem.
Fico fascinada, numa ultima visita à antiga lareira, com as salgadeiras, onde hoje se fazem os workshops. O próximo deve ser em breve, já em dezembro, antes do Natal, diz o Carlos.
“Vamos fazer novamente o workshop de brinquedos construídos com canas”.
Espero estar por perto quando marcarem a data.
Tal como espero que não haja furos para exploração de petróleo e gás e fracking neste Algarve.
Furar aqui o mar, só pode ser engano. Isto está classificado como uma das sete maravilhas do mundo.
Furar aqui a terra, só se for para plantar mais árvores, imagino.
Não é fácil ir embora. Despedimos-nos várias vezes, agradecemos e parece que as boas energias que sentimos, não nos deixam sair.
Na Casa Modesta o tempo não tem pressa, e a vida flui no ritmo das marés. Das conversas. Das gaivotas que nos recordam que também somos livres e que todos podemos voar.
No site do Hotel, os netos do Campeão do Mar escreveram que se espantam diariamente com os pequenos milagres da natureza em volta.
Nós espantamos-nos nos com tanta beleza.
Nós ficamos espantados por vivermos num mundo tão diferente do que mostram as notícias, um mundo cheio de tanta gente boa.
A fazer coisas belas, recuperando um património precioso, uma memória que é de todos. E a receber prémios. Como este.
Num lugar com alma, sustentável, onde conseguimos no silêncio, ouvir o nosso coração. Mesmo ao nosso lado.
Parabéns ao avô Modesto, filhos e netos.
Parabéns Casa Modesta.

  • Fiquei: outubro de 2016, viajei com amigos
    • Qualidade de sono
    • Limpeza
    • Serviço
Obrigado Avani A
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
CarlosPortugal, Gerente em Casa Modesta, respondeu a esta avaliaçãoRespondeu a 16 de março de 2017

Obrigado queria Avani pelas tuas sempre quentes e afáveis palavras. Um grande beijinho de toda a família Modesta.:)

Denunciar resposta como imprópria
Esta resposta é a opinião subjetiva do representante da gerência e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 14 de janeiro de 2017

Excelente local para passar umas férias, tomar uma refeição ou frequentar eventos. Vista linda sobre o sapal da Ria Formosa! Local onde a tranquilidade, a paz, simpatia e o ambiente acolhedor predominam. Adoramos e esperamos voltar mais vezes!!

Sugestão sobre o quarto: os quartos no andar de cima tem uma vista muito bonita
  • Fiquei: janeiro de 2017, viajei em casal
    • Valor
    • Quartos
    • Serviço
Obrigado Carla_GMC
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
CarlosPortugal, Gestor em Casa Modesta, respondeu a esta avaliaçãoRespondeu a 24 de janeiro de 2017

Obrigado pelo review :) Esperamo voltar a vê-los em breve.

Denunciar resposta como imprópria
Esta resposta é a opinião subjetiva do representante da gerência e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 13 de janeiro de 2017

Boa localização com vista para a Ria Formosa. Instalações excelentes, reabilitação combinando tradição, otimização, conforto e muito bom gosto. Pequenos almoços saudáveis. Pessoal generoso e agradável.

Fiquei: dezembro de 2016, viajei com família
Avaliação obtida em parceria com este hotel
Obrigado susanaD9066VC
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
CarlosPortugal, Gestor em Casa Modesta, respondeu a esta avaliaçãoRespondeu a 24 de janeiro de 2017

Obrigado pelo comentário. Esperamos voltar a recebê-los em breve.

Denunciar resposta como imprópria
Esta resposta é a opinião subjetiva do representante da gerência e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 28 de dezembro de 2016

Excelente estadia num local tranquilo com vista para a Ria Formosa. Arquitectura e decoração espectacular com uma grande história por trás. A amabilidade e simpatia dos anfitriões é incrível. Os quartos têm uma decoração espectacular incluindo a casa de banho que é magnífica. O pequeno almoço é excelente com produtos locais e muito bem confeccionado, assim como a apresentação do mesmo. Uma experiência a repetir sem dúvida alguma e só tenho a dizer bem de tudo.

Sugestão sobre o quarto: C/ kitchenette p/ estadias longas, 1 quarto > permite 1 cama extra, os quartos mais pequenos permitem a colocação de 1 berço.
  • Fiquei: fevereiro de 2016, viajei em casal
    • Localização
    • Limpeza
    • Serviço
Obrigado AndreiaB846
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
CarlosPortugal, Gestor em Casa Modesta, respondeu a esta avaliaçãoRespondeu a 24 de janeiro de 2017

Muito obrigado pela excelente avaliação. Esperamos volta a recebê-los em breve.

Denunciar resposta como imprópria
Esta resposta é a opinião subjetiva do representante da gerência e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 13 de julho de 2016

A Casa só é Modesta no nome.
Boa arquitectura, bonita decoração e bom gosto, alimentação de grande qualidade e sobretudo uma simpatia, educação e eficiência imbatíveis
Os terraços dos quartos do 1. Andar têm um pôr do Sol fantástico.
Parabéns, voltaremos.

  • Fiquei: julho de 2016, viajei com família
    • Qualidade de sono
    • Limpeza
    • Serviço
Obrigado LASLisboa_Portugal
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
CarlosPortugal, Gerente em Casa Modesta, respondeu a esta avaliaçãoRespondeu a 15 de julho de 2016

Obrigado pelo comentário e avaliação. Até breve. Carlos.

Denunciar resposta como imprópria
Esta resposta é a opinião subjetiva do representante da gerência e não da TripAdvisor LLC.
Ver mais avaliações