Constatámos que está a utilizar um navegador não compatível. O Web site do Tripadvisor poderá não ser devidamente apresentado.Compatibilidade com os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Os preços mais baixos para a sua estadia
Expedia.com
Hotels.com
Priceline
35 US$
32 US$
Ver oferta
Cancelamento gratuito até 08/08/21
Reserve agora, pague durante a estadia
Travelocity
Orbitz.com
Trip.com35 US$
Ver as 14 promoções
Os preços são fornecidos pelos nossos parceiros e refletem as tarifas por noite, incluindo todos os impostos e taxas conhecidos pelos mesmos. Consulte os nossos parceiros para obter mais detalhes.
Como os pagamentos ao Tripadvisor afetam a ordem dos preços apresentados. Os tipos de quartos podem variar.
Como os pagamentos ao Tripadvisor afetam a ordem dos preços apresentados. Os tipos de quartos podem variar.
Hotéis nas proximidades
Avaliações (1 646)
Filtrar avaliações
1 646 resultados
Classificação dos viajantes
383
873
298
65
27
Tipo de viajante
Época do ano
IdiomaTodos os idiomas
Mais idiomas
Classificação dos viajantes
383
873
298
65
27
Ver o que os viajantes estão a falar:
Filtros selecionados
Filtrar
A atualizar...
1 - 6 de 1 646 avaliações
Avaliado 11 de maio de 2021 via rede móvel

De todos os Ibis que já fui esse foge bastante ao padrão, sou cliente fiel da rede Accor porém este hotel me fez repensar se vale mesmo a pena, principalmente pelo péssimo atendimento, de todos os funcionários que me atenderam no balcão só o recepcionista João era cordial e muito educado, o outro rapaz que revesava no lugar dele à noite (infelizmente esqueci o nome) era ignorante ao extremo, teve uma situação em que me "pagou um sapo" na recepção na frente de outros hóspedes, situação totalmente desagradável, outro rapaz que fez o meu check out no dia 09/05 por volta de 12:40, também foi totalmente descortês e riu na nossa cara quando quesitonei um café expresso que havia sido lançado a mais na minha conta, como se o valor de 5 reais do mesmo não fosse fazer diferença.
Fora isso está tendo uma construção ao lado do hotel, não fica próximo aos quiosques mais movimentados do bairro (por volta de 1km distante), instalações precárias (porta do quarto dura, luz do banheiro demora pra acender),Wi-Fi péssima.
Não voltaria, péssima escolha pra passar minhas férias, deêm preferência aos menores nesses tempo de crise pois eles pré mais e com certeza vão atender melhor, parece que os grandes não estão ligando pra isso.

Data da estadia: maio de 2021
Tipo de viagem: Viajei como casal
Obrigado alissonv519
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 1 de maio de 2021

Estou em meu oitavo ano morando em hotéis. Nos dois primeiros anos só me hospedava em Ibis. E elogiava. Depois do mau atendimento em parte da rede, a partir do qual passei a me familiarizar com outros hotéis, parei de priorizar e hoje só me hospedo em promoções no intuito de manter meu estato no programa de fidelidade. Acho péssima a relação custo/benefício e nem mesmo o programa de recompensas justifica tão elevado custo. Vou elencar os motivos disso:
TV e programação: A TV é tamanho "padrão hotel" com acesso dificultado as conexões (HDMI, pen-drive, etc). O receptor da TV à cabo não fica no quarto, assim não pude verificar a programação na tela, escolher o tipo de áudio e legenda, programar o horário da mudança de canal e liberar canal bloqueado por conta do conteúdo (absurdo isso acontecer), além disso, as opções de canais são invariavelmente menores com os “melhores canais” – é o que diz no e-mail de confirmação, mas classificaria como “querendo agradar todo mundo e acaba não agradando ninguém”. Não só: tem sempre um canal congelado/desatualizado/desconfigurado/mal sintonizado e você fica na dependência do “técnico” de reconfigura-lo e esse nunca está à disposição, sempre tem um empecilho, que te obriga a pedir várias vezes e leva tempo até que alguém finalmente tome alguma providência, para ao final, melhorar uns canais e piorar outros ou alterá-los, acredito que por conta disso, não exista um rol dos canais à disposição. Exemplo disso ocorreu no dia 24/12 quando a maior parte dos canais desconfiguraram e embora tivesse reportado a recepção, só durante o dia seguinte tomaram alguma providência, para ao final, suprimir o canal Megapix. Essa opção de sintonia é sempre problema, logo qualquer hotel em que o box da TV à cabo fica no quarto leva vantagem em relação ao Ibis.
Internet wifi que oscila muito em velocidade e sinal. Após às 17 horas e nos finais de semana e feriados a velocidade e quedas impediam o uso. Nos dias úteis, entre às 8 da manhã e 2 horas da madrugada o carregamento de imagens e vídeo, até mesmo a composição de um mapa movido no Google Maps tornam-se um exercício de paciência. Para contornar a situação, passei a trabalhar depois das 2 madrugadas, onde a situação melhorava bastante, mas comecei a ter outros problemas – por exemplo: fiquei sem serviço de quarto, pois dormia no horário que as camareiras o executavam. Uma aberração em pleno século 21 ainda reclamar de internet wifi, principalmente num hotel de negócios.
A posição da bancada sempre te deixa de costas para a TV e gosto de trabalhar no notebook assistindo à TV. A adoção de cadeiras de rodinhas com regulagens seria mais confortável e silenciosa. A iluminação artificial dos Ibis é - no geral - boa, com destaque para a colocada sob o espelho de corpo inteiro. Falta um interruptor próximo para acender a luz colocada sob a bancada. O blackout também causa confusão e acidentes. Por várias vezes, quando abro/fecho o blackout alguma coisa deixada sobre a bancada acaba sendo lançada ao chão. Já deixei objetos nos Ibis ocultos pelo blackout. Alguns quartos ainda demandariam uma cortina opaca clara – como foi o caso desse - que protegesse a privacidade sem que escurecesse todo o ambiente. A única vantagem foi que esse blackout proporcionou uma boa vedação luminosa.
Percebo uma certa agitação durante o sono e passei a desconfiar dos colchões padrões do Ibis – aquela dupla camada sob a cama box que estão sempre se desalinhando. Nesse, em particular, formava “ondas” deixando o leito bem desconfortável. Também me incomodou o tipo de protetor de colchão usado - fica “solto” sobre o colchão - e o lençol solteiro inadequado à uma cama de casal – tirei uma foto usando 2 pranchetas (uma de cada lado) para demonstrar que o lençol não era dobrado em nenhum dos lados da cama. Com essa dupla, era comum, com o movimento à noite, acordar sem que houvesse nada entre mim e o colchão. Alternativamente, por conta desse mesmo movimento, ambos criavam ondulações (que se somavam à do colchão) sob meu corpo deixando-o todo marcado. Era comum acordar e perder tempo pra esticar ambos.
Como todo hotel destinado à hóspedes de negócios que normalmente ficam pouco tempo e, portanto, carregam pouca bagagem, não existem muitas opções de espaço para se organizar a bagagem e parte fica bagunçado dentro da mala. O layout dos Ibis também permite muitos “cantos mortos” o que faz falta num lugar com tão pouco espaço.
A janela proporcionou boa vedação acústica e por conta da pouca lotação não fui incomodado por outros hóspedes. Parecia perfeito... até às 7 da manhã, quando a obra ao lado recomeçava.
É comum eu mesmo promover o degelo do frigobar, que não raro tem um “iceberg” no congelador. A vantagem é que não gosto de frigobar abastecido pelo incômodo de quem abastece vir bater a sua porta, por não sobrar espaço para aquilo que você quer colocar na geladeira, mas o principal motivo é que já tive aborrecimentos com cobranças indevidas – isso é bem mais comum do que se pode imaginar - quase sempre basta você dizer que não consumiu e tudo é deixado de lado, embora ainda considere uma situação vexatória, mesmo assim, já fui obrigado a pagar pelo que não consumi.
O controle do ar-condicionado tinha unicamente a função de liga/desliga, pois o controle da temperatura não era afetado. Durante o funcionamento ele gelava a toda, mesmo colocando a velocidade da fan no mínimo e a temperatura nos 30 graus. Eu era o termostato: quando gelava eu desligava, quando esquentava eu ligava e isso também prejudicou a qualidade do sono.
No banheiro, as torneiras eram únicas para água quente/fria. A pressão na pia era muito baixa o que dificultava lavar as mãos, pois a torneira era curta. No chuveiro a pressão é bem melhor, mas pela posição central, cairia bem uma toca (não fornecida). A área do banho é muito restrita e você fica se debatendo com o box e as paredes. Forneciam um sabãozinho e um sachê de xampu. Diferente de muitas hospedagens nordestinas a água aqui é quente.
O café – que é pago à parte - foi bom. O suco de laranja era horrível, o que substituí pelo chá que à medida que ia acabando não era reposto – acabou o de hortelã, camomila, erva doce... e nada de reposição. A tapioca poderia ser mista – ao invés da insossa de muçarela – porém a salada de frutas estava muito gostosa, assim como os folhados.
Confesso não ser muito exigente com a limpeza, mas surpreendeu-me na chegada, ao abrir a mala e rolar coisas para baixo da cama, a sujeira lá. Todos os espelhos e a TV estavam embaçados e tinha um cabelão no box do chuveiro que demorou uma semana para ser “desentocado”.
O que diferencia esse de outros Ibis é que ele está na orla da Praia de Cabo Branco, mas além da bonita vista essa é a única boa notícia em relação a sua localização, pois ele está no final da praia e não existe nada por perto. Só passa um ônibus na porta, mas seu trajeto não vai interessar os turistas. Tudo terá que ser feito por táxi ou aplicativo de transporte (caso você não tenha transporte próprio): supermercado, restaurante e circulação. Existe uma ciclovia e aluguel de bicicletas, mas até isso exige caminhada – lembrem-se: sob um calor e umidade altíssimos. Fica a 4 km da feirinha de Tambaú, por exemplo. Até desaconselharia a estada de pessoas que não possuem o próprio transporte (e não pretendam gastar muito), pois acaba encarecendo em demasia.
Com relação ao trecho de praia em frente ao hotel: muita alga, tanta que tinha até no meu quarto, ou seja, deve ter entrado no meu short enquanto entrava no mar e só foi sair quando o tirei no quarto. Enquanto entrava no mar uma pedra submersa atingiu meu joelho e só não foi grave, pois estava muito lento, porque estranhava a textura/toque do leito marítimo. Até o cheiro da água me incomodou, parecia que estava adentrando um pântano (alga, musgo no fundo e cheiro). Para piorar a situação, no segundo dia de praia, minha roupa foi mexida, minha máscara estava jogada na areia. Até vi o sujeito, que fez um gesto de ameaça para mim, mas quando me pus a sair da água, o mesmo foi embora. Fiquei muito chateado e não voltei mais à praia.
No final da estada aconteceu um problema que é incomum nos outros Ibis e tem o potencial de me irritar muito: a desmagnetização da chave. Uma senhora loira da recepção pediu para trocar meu cartão no meio da estadia, pois tinha habilitado outro ao mesmo tempo que desabilitara o meu, sem que eu pedisse??? Não tive mais sossego: toda vez que saía do quarto tinha que reconfigurar, entenda não era apenas uma vez ao dia, era toda vez que saía do quarto. Pedi para que essa mesma senhora destrocasse o cartão e ela se recusou. Não entendi sua atitude: o que custaria ela trocar essa chave que estava me aborrecendo.
Reservei 3 semanas aproveitando uma promoção na Black Friday, considerando que não sou um “turista comum”, pois moro em hotéis e, por conta da pandemia, passei a maior parte do tempo no quarto, as limitações naquilo que mais prezo como opções de canais da TV à cabo, internet, circulação, funcionamento da aparelhagem e qualidade do sono marcou uma estada que logo na primeira semana tentei cancelar o restante do período – o “bônus” foi o problema com a chave. Fiquei mau no período mais deprimente do ano e só recobrei o ânimo quando fui embora desse Ibis. Fica claro que não pretendo retornar e por isso não recomendo esse hotel.
Antes de finalizar, vou ilustrar (com exemplos) porque disse que o programa de fidelidade não é muito, digamos... compensador. Usando esse hotel como exemplo: por 21 noites paguei R$ 2.595,28 o que resultou num total de 634 pontos – já incluído o acelerador. Lembro que preciso atingir 2.000 pontos para troca-lo por um voucher equivalente a 40 euros que na última vez que vi num Mercure estava em conversão para R$ 6,17 = R$ 246,80. Logo, numa proporção direta, para atingir os 2.000 pontos que valem 40 euros (R$ 246,8 no câmbio da Accor) eu teria que gastar em hospedagem (ou despesas elegíveis) 8.187 reais. Só para efeito de comparação, no maior site de reservas teria recebido de volta R$ 818,70 por esse mesmo valor (10%, pois a cada 10 diárias uma é grátis), além de pagar em 12 vezes sem juros (no Ibis é 3, promocionalmente 6) e com muito mais opções de hotéis. Ao final, o que você mais aproveita do programa de fidelidade são os pequenos mimos como a bebida de “Boas Vindas” – mas é bom você lembrar, pois vivem esquecendo – e do checkin antecipado e/ou checkout tardio – o problema desses é que ficam na dependência de autorização e a impressão é que em determinadas unidades os funcionários já são “programados” a rejeitar mesmo tendo possibilidade. Quanto ao checkin prioritário: esquece.

Data da estadia: dezembro de 2020
Obrigado Sidney_Silva
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 21 de março de 2021

Perfeito em tudo! Fica próximo de bons restaurantes e de frente para o calçadão, permitindo caminhadas em uma orla absolutamente plana. É possível até almoçar ou jantar em algum restaurante e voltar a pé , já fazendo a digestão!

Data da estadia: março de 2021
  • Tipo de viagem: Viajei com família
    • Valor
    • Localização
    • Qualidade de sono
    • Quartos
    • Limpeza
    • Serviço
Avaliação obtida em parceria com Accorhotels.com
1  Obrigado CezarioMaia
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliado 11 de março de 2021

Data da estadia: março de 2021
  • Tipo de viagem: Viajei sozinho
    • Valor
    • Localização
    • Qualidade de sono
    • Quartos
    • Limpeza
    • Serviço
Avaliação obtida em parceria com Accorhotels.com
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um viajante individual e não da TripAdvisor LLC nem dos seus parceiros.
Avaliado 19 de fevereiro de 2021

Excelente localização, atendimento de primeira qualidade, quartos que atendem muito bem as nossas necessidades, ótimo café da manhã, os funcionários muito bem treinados, bares e restaurantes próximos ao hotel e facilidade de acesso.

Data da estadia: fevereiro de 2021
  • Tipo de viagem: Viajei em negócios
    • Valor
    • Localização
    • Qualidade de sono
    • Quartos
    • Limpeza
    • Serviço
Avaliação obtida em parceria com Accorhotels.com
Obrigado ivanildorf
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Ver mais avaliações