Constatámos que está a utilizar um navegador não compatível. O Web site do Tripadvisor poderá não ser devidamente apresentado.Compatibilidade com os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.

Morro de São Paulo Fórum: Relato - Morro de São Paulo

Guarulhos, SP
Colaborador nível
35 publicações
8 avaliações
2 votos úteis
Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Voltei de Morro na semana passada, e como pesquisei muito por aqui, achei justo deixar meu relato.

Já aviso que é enorme (kkkk).

Se estiver faltando algo ou surgir alguma duvida, estou a disposição.

Viajei com meu marido e meu filho de 1 ano e meio.

Viajamos pela Tam saindo de Gru até Salvador. Chegamos a noite e por isso passamos uma pernoite em Salvador no Hotel Bahiacafé.

Não pegamos transito do aeroporto até o Hotel, e foi algo em torno de 30 minutos.

Fomos de Uber e deu R$43.

O Hotel é a atinga sede do Araketu, fica na Praça da Sé, do lado do Elevador Lacerda e do Pelourinho. bem central mesmo.

Não tenho do que reclamar, até pq fiquei só uma noite. Mas uma observação seria por conta do café da manhã que apesar de ser muito gostoso fica muito exposto as moscas.

Aproveitamos a manhã para conhecer essa area Central e fomos até o escritório da Cassi Turismo para confirmar nossas reservas do transfer até Morro. (na verdade eu queria ver se a empresa existia mesmo kkk).

O escritório fica atrás do Mercado Modelo. Acredito que deva ser uma empresa de argentinos.

A princípio eu estava muito receosa com o transporte até Morro, tendo em vista que meu filho é pequeno.

Todo relato que eu lia sobre o catamarã me fazia desistir dessa opção, que eu acreditava ser melhor para não ter que ficar no "pinga pinga" com criança.

Optamos pelo semi terrestre.

Quando contactei a empresa por whatsapp eles já haviam me passado as opções de horário de saída, e optamos pela saída do meio dia (12h00).

Ainda passeamos mais um pouco e voltamos para o Hotel.

As 11h50, horário que havíamos combinado, um carro passou para nos pegar no Hotel e nos levou até a agencia da Cassi.

E pagamos o combinado, alí na hora, no Escritório.

O valor foi de R$500,00, para duas pessoas. Ida e volta. Nos pegando no Hotel e nos levando até Morro. E a volta nos pegando em Morro e nos levando até o Aeroporto.

Esse valor foi em dinheiro. Se for débito fica mais caro.

Lá no escritório entramos numa vã e fomos até o Terminal São Joaquim, de onde saem os Ferry Boats.

Só lembrando que o local de onde saem os Ferry não é o mesmo de onde saem os Catamarãs.

Os Catamarãs saem dalí do Mercado Modelo. E os Ferry do terminal São Joaquim.

Do escritório até o Terminal São Joaquim deve ter dado uns 15/20 min.

O "monitor" da Cassi nos orientou a nos juntar com um outro grupo que já estava lá no Terminal aguardando (tinha umas 10 pessoas).

Em um certo momento ele veio e nos chamou e passamos todos por uma catraca, Alí aguardamos mais um tempo, até que entramos no Ferry Boat.

O Ferry Boat nada mais é que uma Balsa, onde tem carros e passageiros.

É enorme. Os carros vão embaixo e os passageiros em cima.

Saímos as 13h em ponto.

O "monitor" nos orienta e ficar na parte de cima enquanto ele fica embaixo, junto com os carros, tomando conta das malas.

O "monitor" foi muito gentil e nos ajudou até a carregar as malas, já que estávamos com uma mala grande, uma pequena de mão, mais o carrinho de bebê e o bebê para carregar kkk.

A travessia é bem tranquila, de verdade!!! Não tem nem como enjoar.

Dura uns 45 min. Mas tivemos que aguardar o Ferry que estava atracado sair para atracarmos.

E demorou mais uns 15 min. No total 1h.

Chegando em Itaparica a gente desce numa rodoviária. Chegamos as 14h.

E alí já tinha um ônibus da Cassi nos aguardando.

Ônibus leito, com ar condicionado.

E nisso já mudou o "monitor".

Até sair do Ferry, reunir toda a turma, entrar no ônibus...saímos as 14h30.

O trajeto dura 1h15 a 1h30.

A estrada é ótima.

O ônibus para no Atracadouro. Chegamos as 16h.

Alí já tem uns carregadores de mala (os famosos carrinho de mão). E que já tivemos que usar, pois esse "monitor" já não nos ajudava com as malas.

Ficamos aguardando num hall de espera, e logo recebemos a orientação para pegar a lancha rápida.

Vou descrever a lancha (kkkkk). Nada mais é que um "quadrado" com bancos em volta. As malas vão no meio e o "motorista" fica centralizado na frente. Fim.

O trajeto dura 10 min. É muito tranquilo também. Não dá tempo de enjoar e não balança nada.

Chegamos em Morro!!! (por volta das 16h20/16h30)

Já fomos abordados pelos carregadores.

Como eu disse, estávamos com uma mala grande e uma de mão (gente...fora carrinho, mala do bebe com troca de fralda, bolsinha térmica com comidinhas de bebe...kkkk)...

Ele queria cobrar R$25 pela mala grande e R$15 pela pequena.

Como eu li aqui que temos que negociar muitoooo, chorei chorei chorei e falei que ia pagar 25 pelas 2.

Feito!

O cara botou nossas malas no carrinho e mais 3 malas de mão de 3 moças que íam ficar no caminho da nossa Pousada.

Primeira subida: suave (pensei: meu marido e eu mesma podíamos ter carregado essas malas)

Segunda subida: punk (pensei: eu podia ir pela escada e meu marido se matava pra levar as malas pela rampa, ainda assim dava)

Passamos pela Vila.

Deixamos as moças.

Primeira descida: punk (pensei: fizemos muito bem de pagar um carregador)

Segunda descida seguida da terceira: médio (pensei: meu deus, pagamos muito pouco pra esse cara) kkkkkkk

Gente, sério...

Eu estava toda errada. Com uma mala grande e uma de mão.

Eu devia ter dividido a grande em 3 de mão.

Mala grande não funciona em Morro.

Se você for sozinho, leve só uma de mão.

Se for com o marido, leve 1 de mão cada um.

Se for com o marido mais o filho, como eu, divida tudo em malas de mão. Grande jamais.

Porque a de mão vc até consegue carregar, fazer todo esse percurso. Mas a grande vc certamente vai precisar de carregador.

Eu achei que fosse ser mais fácil levando tudo em uma só, mas não foi.

Enfim...

Ficamos na Pousada Bahia Bella.

Fantástica.

Recomendo demais.

Fica na 2ª praia. Mas não de frente pro mar. Nessas vc vai pagar mais caro.

Ela fica numa rua em frente a segunda praia, uns 20 passos do "calçadão da praia" entrando pela rua.

Longe do barulho. Mas alí no agito.

Muito prático para quem tem criança e precisa ficar indo e vindo da praia pro hotel.

Tem piscina, o café da manhã é uma delicia, os funcionários são atenciosos e simpáticos, a roupa de cama é cheirosa e a limpeza é ótima.

Não tem berço, mas nos colocaram em um quarto com uma cama de casal e uma de solteiro.

Só elogios!!! Acertamos em cheio!!!

Não fizemos nenhum passeio, por isso não posso ajudar nesse quesito.

Mas encontramos umas gauchas na praia que reclamaram muito do passeio da "Volta a Ilha". Disseram que a lancha vai "socando". Detestaram.

Um passeio que nos aconselharam a fazer com criança foi o de 4x4 até Garapuá.

Primeira Praia: Muito pequena e o mar é um pouco agitado.

Não tem restaurantes, barzinhos.

Serve mais para a descida da tirolesa.

No final da tarde meu marido pulou (R$50) e fiquei com meu filho na praia esperando ele descer.

Não tinha nem 20 pessoas. Foi bom pq meu filho correu a vontade.

Segunda Praia:um pouco maior que a primeira, mais calma.

Entrávamos até a altura do peito mais ou menos, mais que isso nos deparávamos com pedras.

E na beirinha dava para ficar com meu filho tranquilamente.

A parte melhor é a que se aproxima da ilha que separa a segunda da terceira praia (olhando para o mar, mais a direita), pois mais para a esquerda tem mais pedras.

Nessa praia tem cadeiras com guarda sol para alugar, e os restaurantes montam também suas estruturas na areia (atras dessa parte de aluguel) e você pode ficar alí, só basta consumir algo.

Tranquilamente deixávamos nossos pertences da mesa, espreguiçadeira e íamos para o mar. Ninguém mexe em nada. Mas não vai deixar o celular em cima da mesa dando sopa também né...

Terceira Praia: maior, mas a faixa de areia é pequena.

Ficam os barcos de onde saem os passeios, por isso não tem quase ninguém no mar. A não ser mais pela parte da tarde quando os barcos já saíram, algumas pessoas entram, mas pouquissimas.

Até uma parte o deck do "calçadão" alcança a terceira praia, depois acaba e você tem que andar pela areia mesmo.

Quarta praia: mais extensa com piscinas naturais.

Logo que se chega(vindo da terceira praia) tem um restaurante chamado Piscina.

Na frente dele fica a piscina, com peixes. A água bate no maximo no joelho.

Tem um moço que fica na ilha que divide a terceira da quarta praia vendendo ração para quem quiser atrair os peixes (R$5).

Ficamos nos segundo restautante "Terazza alguma coisa".

Já o mar de frente com esse restaurante tem muitas pedras, tem que ir desviando se não quiser ficar com a água na canela.

Nessa praia fica o famoso Quiosque do Binho, mas não fomos pq era muito longe.

Tem umas carroças que servem como taxi. Mas nos cobraram R$20 para nos levar até o Quiosque, só a ida, dalí de onde estávamos que já era a 4ª praia. E a volta até a 2ª praia nos cobraram R$40.

Só conhecemos essas praias. Não fomos até a 5ª, pois nos cobraram R$60 por pessoa.

Na boa...achei caro. Os caras ficam com as carroças paradas, podiam cobrar mais barato.

Nessa questão de barato/caro.

Comer em Morro é caro.

Comemos no Sambass, Marylin, Mediterraneo, Ditalia, Top Grill, Point, Tempero Caseiro, Cantina do Peter e num Rodízio de Pizzas que não vi o nome, mas é o úinico que tem lá.

o Dia que comemos melhor foi o dia que comemos no Rodízio, pois comemos até não aguentar mais kkkkkk.

Os pratos que são para 2 pessoas, servem 1. O que vem de arroz é ridiculo.

salada então, é uma folha de alface pra cada um.

E a média é de R$80 para cima.

Sambass - comemos um peixe, com arroz e pure de batata.

Nada de mais.

Marylin - camarão alho e oleo, com arroz e pure.

Pure melhor que o do Sambass.

Cantina do Peter - frango a parmegiana.

Horrivel. Restaurante de Argentinos.

Nos outros dias nem nos chamavam mais pra entrar. Acho que eles mesmo já sabem que a comida é ruim e só pegam o turista uma vez,

Top Grill - pedimos um spaghetti ao molho sugo para meu filho. R$25.

Nada de mais.

Point - é o que tem a comida mais barata. Preço justo.

Comemos escondidinho de carne e de camarão.

Não vem muito, mas é bem gostoso.

O escondidinho de carne é com pedaços de contra filé (vão falar que é filet mignon, mas não é), e é bem saboroso.

Tempero Caseiro - li muito sobre eles. Só estavam servindo pratos prontos, não tinha por kg.

Comida simples, mas nada fora do normal como li por aí.

O Rodízio de Pizzas - muito gostoso (R$39,90 por pessoas).

Ditalia - a propaganda é que são massas caseiras.

Pedi um spaghetti ao molho bolonhesa...até eu faço melhor. E o macarrão era no máximo Adria.

Pedimos um ravioli com recheio de frango...funciona mais ou menos como no Spoleto. Vai acrescentando alguns ingredientes.

Esse prato deve ter demorado uns 40 minutos para ficar pronto e só tinha nós e mais uma mesa no restaurante todo. Estava gostoso, mas nada que justificasse a demora.

Mediterraneo - comemos o camarão no coco com pure de banana da terra e arroz.

Veio pouco arroz, mas falamos com a recepcionista e ela nos cedeu mais uma porção.

Pedimos tambem um prato de macrrão pro meu filho, o que gentilmente acredito ser o dono nos fez pelo preço do prato de frango, já que ele tinha pratos infantis no menu, mas não tinha a opção de massa. E para nossa surpresa, foi a melhor massa que comemos lá.

Voltamos num outro dia e pedimos um prato de peixe ao molho de camarão com pure de bana da terra e arroz, e já pedimos para caprichar no arroz. Quando nos serviram já trouxeram uma porçao extra de arroz, ams dessa vez os pratos já vieram montados, um para cada. Mas estava muito gostoso, apesar de eu achar que meu marido comeria mais kkkk.

Em todos os restaurantes eles oferecem drinks e suco gratis, só no Rodízio de Pizzas que não.

Fomos no domingo na Cantina Barollo, mas estava fechada.

Fomos no almoço no Chez Max, mas eles só abrem a noite.

Passamos pelo Papoula, que tanto falam também, mas para chegar até lá é "feio" durante o dia, a noite deve ser pior. E não vimos nada no cardápio que nos chamasse a atenção.

Cogitamos o Basílico, mas os pratos eram todos individuais e encarecia um pouco, e por ser mais caro ficamos com medo de ser pouco como nos outro e a gente se dar mal.

Fomos ver o por do sol na Toca do Morcego.

Foi lindo.

Pedimos uma porção de batatas rusticas que só pelo molho que acompanha já vale a pena.

Vem bastante batata e custa R$20.

Pedi uma caipirinha por R$15.

E para entrar cobram R$10 por pessoa. Ambiente super agradável.

Teve luau na quinta feira na segunda praia, mas começava a meia noite, não fomos.

No sábado teve musica ao vivo na pracinha, foi bem animado.

Tiveram 2 festas em baladas enquanto estivemos lá, víamos os anúncios.

Agora a volta.

Combinamos com o mesmo carregador de nos pegar na pousada as 11h, pois marcamos nossa volta com a Cassi ao meio dia (12h00).

Todo aquele trajeto de novo, de subidas e descidas. E dessa vez pagamos mais que o valor combinado (fizemos o que o coração mandou kkkk).

Passamos no escritório da Cassi que fica em frente a Igreja, já na saída de Morro, e ele nos deram uma pulseirinha de cor branca que correspondia ao local do nosso destino final (o aeroporto). Meu marido só me falou depois, mas cobraram mais R$20 dele alí. Alegaram que não tinha sido cobrada essa taxa referente a volta. Enfim...a gente fica na mão deles...é complicado.

Um "monitor" nos levou até a lancha que partiu as 12h30.

A volta, como é contra a maré é um pouco mais emocionante. Mas dura os mesmos 10 minutos.

Ficamos no hall de espera aguardando o ônibus da Cassi (que ja chega com outra galera).

Não vi a hora que saímos, mas chegamos em Itaparica as 14h40 com o motorista gritando que se nos adiatássemos pegavámos o Ferry Boat que saía as 15h.

Alí já ficamos a Deus dará. Já não tinha mais "monitor". Saímos correndo pra pegar o Ferry, pq pelo que entendia o próximo era só dalí 1h.

Esse Ferry era menor que o que viemos, mas mesmo assim grande.

Já não tinha "monitor" para olhar as nossas malas, e subir as escadas com tudo aquilo que levamos estava fora de cogitação, então ficamos do lado das malas, juntos com os carros na parte aberta.

Demorou 1h a travessia.

Quando chegamos no Terminal São Joaquim não encontramos nenhum "monitor".

Tinham mais 4 adultos e 1 criança no grupo.

Passado um tempo apareceu um monitor alegando que estava muito transito, por isso se atrasou.

Entramos numa van e partimos pro aeroporto as 16h20.

Pegamos muito transito no caminho pro aeroporto devido as obras do metro que percorrem aquela via.

Meu voo era as 19h30. Por isso eu estava, relativamente, sossegada.

Mas prestem atenção nos horários, deixem sempre uma folga, pq transito existe em todo lugar.

E assim termina meu relato.

Mas não sem antes dizer que voltarei e farei o trajeto todo por conta própria.

Fazendo as contas economizarei metade do que gastei.

Quem tiver interesse em saber como faz para chegar lá por conta própria, é só me perguntar. Não quero me prolongar mais por aqui.

Morro é apaixonante, principalmente para nós que vivemos em SP e não contamos com praias tão bonitas e o sossego que se encontra por lá (só precisam aprender a cozinhas como nós kkkk).

Obrigada a todos que me ajudaram e àqueles que leram até aqui!!!

73 respostas a este tópico
Brasília, DF
1 publicação
1 avaliação
1. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Dicas de como ir por conta própria!!

Fellipe.rezende@gmail.com

Fortaleza, CE
Especialista em destinos
para Fortaleza, Santiago, Jericoacoara
Colaborador nível
8 792 publicações
95 avaliações
77 votos úteis
2. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Olaaa Carol,

Parabéns pelo seu excelente relato e suas esclarecedoras indicações, com certeza será muito útil para os viajantes que planejam este roteiro👏😉

Guarulhos, SP
Colaborador nível
35 publicações
8 avaliações
2 votos úteis
3. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Oi, Felipe!!!

Vou responder por aqui mesmo.

Perguntei para o funcionário do Atracadouro (onde pega a lancha rápida para chegar até Morro) e ele me explicou direitinho.

Estando em Salvador você vai até o Terminal São Joaquim. Até aqui não sei chegar de ônibus, mas acredito que um Uber não sairá caro se você estiver no centro de Salvador. E se estiver indo para lá direto do aeroporto, o Uber ficará mais barato do que R$43 que paguei para ir até o centro.

Estando no Terminal São Joaquim, é só comprar o bilhete do Ferry Boat até Itaparica (Terminal Bom Despacho). Aqui vou pediu desculpas, pois não observei o preço da travessia.

Como o funcionário do Atracadouro me explicou, no Terminal Bom Despacho em Itaparica fica um ônibus chamado "Cidade Sol" (pintado na lateral do ônibus) esperando o Ferry Boat chegar. Ele só sai quando o Ferry desembarca (isso pude comprovar, pois observei na volta).

Segundo ele, tem 2 ônibus Cidade do Sol. Um que vai direto, que é o expresso. E um que vai parando.

Ele disse que a diferença de preço é uns R$10. Um custa R$40 e o outro R$30.

Como eu passei "correndo" por esse local onde os ônibus ficam parados, não observei onde fica o guichê de vendas, mas não é grande o local, é só seguir o fluxo e perguntar. Quando vc desembarca do Ferry todos mundo sai no sentido de onde os ônibus ficam parados. Mas pode ser também que você compre alí na porta do ônibus mesmo.

Pegou o "Cidade do Sol", tem que avisar o Motorista que você quer ir pro Atracadouro que leva até Morro de São Paulo.

O funcionário que me deu a informação disse que o motorista vai parar em um trevo onde tem um posto policial (isso eu também observei na volta, tem mesmo um trevo com posto policial já bem próximo do Atracadouro, coisa de 10 min).

Estando alí no posto policial você pode pegar um taxi, que o funcionário disse custar R$30 até o Atracadouro, ou pegar o ônibus que vem sentido contrario de onde o "Cidade do Sol" veio. É um ônibus que vem do centro de Valença e vem escrito "Atracadouro" no letreiro. Nesse caso você vai ter que esperar o ônibus passar. O funcionário disse que passa de meia em meia hora. E acredito não ter problema em ficar esperando ali no trevo, pois você estará em frente ao posto policial, quase dentro, rsrs.

Chegou no Atracadouro é só comprar os bilhetes. Para a lancha rápida custa R$18.

Isso é pra ir.

Mas acredito que a volta seja mais demorada, pois você vai ter que esperar no posto policial o ônibus "Cidade do Sol" passar, que eu penso que deve sair de 1h/1h, conforme o Ferry Boat.

Espero ter ajudado!

Fortaleza, CE
Especialista em destinos
para Fortaleza, Santiago, Jericoacoara
Colaborador nível
8 792 publicações
95 avaliações
77 votos úteis
4. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Irei em Março, mas como tb vou incluir no meu roteiro, Porto Seguro, Trancoso e Arraial D'Ajuda, vou pegar um carro no aeroporto de Salvador e seguir até Valença, deixarei o carro no estacionamento e seguirei para o Morro de SP, na volta irei passear pelo litoral Sul da Bahia😉

São Paulo, SP
Colaborador nível
18 publicações
51 avaliações
51 votos úteis
5. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Puxa Carol, muito obrigado, estava com muitas dúvidas quanto ao Ferry Boat e tudo mais, pois chegarei no meio de novembro em Morro de São Paulo.

Valeu pela valiosa ajuda!

Abraço.

Valéria

Guarulhos, SP
Colaborador nível
35 publicações
8 avaliações
2 votos úteis
6. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Na rua do Atracadouro tem alguns estacionamentos.

Mas não me recordo o preço da diária.

Guarulhos, SP
Colaborador nível
35 publicações
8 avaliações
2 votos úteis
7. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Vai tranquila!!!

Parece uma via crucis, mas é tudo muito simples!

Eu tinha muitas duvidas também, mas quando cheguei lá vi que nem era tão complicado assim.

Boa viagem!!!

Fortaleza, CE
Especialista em destinos
para Fortaleza, Santiago, Jericoacoara
Colaborador nível
8 792 publicações
95 avaliações
77 votos úteis
8. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Carol,

Vc realmente indica a Pousada Bahia Bella?

Pretendo fechar a hospedagem da minha viagem, ví que ela tem uma ótima avalição!!

Guarulhos, SP
Colaborador nível
35 publicações
8 avaliações
2 votos úteis
9. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

Indico sim!

Ela não é das mais baratas, mas também está longe de ser das mais caras.

As mais baratas, geralmente, são as que ficam na Vila. Vc tem que andar um pouco pra chegar na praia, pq a Vila fica no alto.

As mais caras são as que estão de frente ao deck da praia. E a Bahia Bella está numa "rua" (é uma entrada de areia) como se fosse uma travessa desse deck, portanto está longe do barulho, mas tão próximo da praia quanto aquelas que estão de frente a praia (está a uns 20 passos do deck).

A dona da pousada mora nela, então é um ambiente muito bem cuidado. Os funcionários são atenciosos e educados.

Me surpreendi com a roupa de cama, acho que é mais cheirosa que a da minha casa kkkk.

Tem frigobar, tv a cabo, a internet pegava perfeitamente no nosso quarto, isso pq ficamos no ultimo andar (a pousada tem 2 andares).

No café da manhã tem bastante variedade de tortas, bolos, sucos. Tem ovos, frios, salsicha ou linguiça, mandioca ou batata doce. Em um dia oferecem tapiocas feitas na hora e no outro banana da terra frita com açucar e canela.

Tem a vantagem também da pousada estar muito próxima ao "receptivo" que é de onde saem os carros para alguns passeios.

Eu indico de olhos fechados.

Quando eu voltar ficarei nela novamente!!!

Brasília, DF
Colaborador nível
2 publicações
17 avaliações
22 votos úteis
10. Re: Relato - Morro de São Paulo
Guardar

coml é fazer p trajeto por conta própria?

Data de edição: Há 3 anos
Obtenha respostas às suas perguntas sobre Morro de São Paulo
Conversas recentes