Old Slave Mart Museum

Old Slave Mart Museum - Charleston

Old Slave Mart Museum - Charleston
4
Das 9:00 às 17:00
Segunda-feira
9:00 - 17:00
Terça-feira
9:00 - 17:00
Quarta-feira
9:00 - 17:00
Quinta-feira
9:00 - 17:00
Sexta-feira
9:00 - 17:00
Sábado
9:00 - 17:00
O que as pessoas estão a dizer
Vanessa M
Por Vanessa M
Importante!
4,0 de 5 bolhasjul. de 2018
Funciona desde 1938 e é o primeiro museu afro-americano. Era o antigo mercado de escravos de Charleston e conta a história da escravidão negra no continente americano. Ele é pequeno, mas muito informativo. Uma das muitas coisas que me chocaram foi saber que um escravo, nos dias atuais, custaria entre US$ 30.000 a 40.000 (valores de 2017) e a grande maioria das pessoas tinha apenas um escravo, pois era “uma mercadoria” (sinto-me horrível escrevendo isso, mas era como os viam) valiosa e o valor dependia do gênero, idade e porte físico. De acordo com meu guia, os Estados Unidos recebeu, durante o período de escravidão negra, em torno de meio milhão de africanos. No início achei esse número muito pequeno, mas de acordo com dados do museu, os Estados Unidos recebeu menos de 4% de todos os negros trazidos à América. Em contrapartida, o Brasil recebeu quase 40% de todo esse montante. A vinda de negros ao país foi proibida em 1808, mas ainda perdurou o comércio de escravos negros (agora escravos americanos) por várias décadas. No entanto, fiquei muito triste ao constatar que o Brasil foi último país das Américas a abolir a escravatura. Todavia, fiquei entusiasmada ao ver que entre os negros proeminentes nas Américas, o Museu conta a história e a genialidade de Aleijadinho. É um espaço pesado, muito informativo e com poucos artefatos, mas achei-o importante para que possamos aprender com nossos erros e deixemos de ver o ser humano de uma maneira tão mesquinha. O ingresso custa US$ 8, mas para quem faz o Free Walking Tour, o ingresso sai por apenas US$ 4.

Sugira edições para melhorar o que apresentamos.
Melhorar este anúncio
Excursões e experiências
Explore formas diferentes de experimentar este local.
A receita afeta as experiências destacadas nesta página, saiba mais.
Principais formas de conhecer Old Slave Mart Museum
A área
Endereço
Bairro: French Quarter
Contacte diretamente

As avaliações são verificadas por nós.
A abordagem do Tripadvisor às avaliações
Antes da publicação, todas as avaliações do Tripadvisor passam por um sistema de controlo automático, que recolhe informações ao responder às seguintes perguntas: como, o quê, onde e quando. Se o sistema detetar algo que possa contradizer as nossas diretrizes da comunidade, a avaliação não é publicada.
Quando o sistema deteta um problema, uma determinada avaliação pode ser automaticamente rejeitada, enviada para o colaborador para validação ou revista manualmente pela nossa equipa de especialistas de conteúdo, que trabalham 24 horas por dia, 7 dias por semana para manter a qualidade das avaliações no nosso site.
A nossa equipa verifica todas as avaliações publicadas no site que sejam objeto de contestação pela nossa comunidade por não cumprirem as nossas diretrizes da comunidade.
Saiba mais acerca da nossa moderação de avaliações.
4.0
4,0 de 5 bolhas1 571 avaliações
Excelente
712
Muito bom
510
Razoável
238
Fraco
74
Péssimo
37

Estas avaliações são traduzidas automaticamente do inglês.
Este serviço pode conter traduções fornecidas pela Google. A Google recusa todas as garantias, expressas ou implícitas, relativamente às traduções, incluindo quaisquer garantias de precisão, fiabilidade e quaisquer garantias implícitas de comerciabilidade, adequação a uma finalidade específica e não falsificação.

Vanessa M
Curitiba, PR1 921 contributos
4,0 de 5 bolhas
jul. de 2018 • A sós
Funciona desde 1938 e é o primeiro museu afro-americano. Era o antigo mercado de escravos de Charleston e conta a história da escravidão negra no continente americano. Ele é pequeno, mas muito informativo. Uma das muitas coisas que me chocaram foi saber que um escravo, nos dias atuais, custaria entre US$ 30.000 a 40.000 (valores de 2017) e a grande maioria das pessoas tinha apenas um escravo, pois era “uma mercadoria” (sinto-me horrível escrevendo isso, mas era como os viam) valiosa e o valor dependia do gênero, idade e porte físico. De acordo com meu guia, os Estados Unidos recebeu, durante o período de escravidão negra, em torno de meio milhão de africanos. No início achei esse número muito pequeno, mas de acordo com dados do museu, os Estados Unidos recebeu menos de 4% de todos os negros trazidos à América. Em contrapartida, o Brasil recebeu quase 40% de todo esse montante. A vinda de negros ao país foi proibida em 1808, mas ainda perdurou o comércio de escravos negros (agora escravos americanos) por várias décadas. No entanto, fiquei muito triste ao constatar que o Brasil foi último país das Américas a abolir a escravatura. Todavia, fiquei entusiasmada ao ver que entre os negros proeminentes nas Américas, o Museu conta a história e a genialidade de Aleijadinho. É um espaço pesado, muito informativo e com poucos artefatos, mas achei-o importante para que possamos aprender com nossos erros e deixemos de ver o ser humano de uma maneira tão mesquinha. O ingresso custa US$ 8, mas para quem faz o Free Walking Tour, o ingresso sai por apenas US$ 4.
Escrita a 24 de julho de 2018
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

Breno L
São Paulo, SP439 contributos
3,0 de 5 bolhas
mai. de 2018 • Família
Não é propriamente um museu, mas uma exposição com muito boas e completas informações sobre a escravidão nos EUA
é um pouco do resto mundo. Lá aprendemos que 38% de todos escravos saídos da África (em torno de 12 milhões) foram para o Brasil, maior destinatário dos escravos na época
Escrita a 30 de maio de 2018
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

Roberto Cardoso Junior
Niterói, RJ2 394 contributos
3,0 de 5 bolhas
set. de 2017 • Amigos
O Old Slave Mart Museum mantém a fachada histórica preservada.
No interior, há uma exposição que mais parece um painel de escola, mas que nos passa informações importante e detalhadas de modo eficiente.
O Sr. que nos recebeu na entrada era de uma cultura impressionante.
Deu uma verdadeira aula sobre o sistema escravocrata mundial e dos Estados Unidos.
Sabia, inclusive, informações bastante precisas sobre a escravidão no Brasil, que, por sinal, é retratada também no Museu.
É um passeio para pessoas que querem aproveitar a viagem para adquirir conhecimentos importantes sobre esse tema tão importante da história ocidental, afinal de contas, viajar é cultura.
Escrita a 15 de maio de 2018
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

SERGIO A
Rio de Janeiro, RJ598 contributos
4,0 de 5 bolhas
set. de 2014 • Casais
Neste local funcionava o mercado de escravos da cidade e o único do Estado. Pequeno, conta a história do papel de Charleston no comércio de escravos. Possui boa documentação arquivo sobre o assunto e poucos instrumentos utilizados nos escravos. A rua onde ele fica, a Chalmers St., tem calçamento antigo bonito e bem conservado.
Escrita a 30 de julho de 2015
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

David L
Silver Spring, MD408 contributos
5,0 de 5 bolhas
fev. de 2024 • Casais
Se você ainda não visitou o Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana do Smithsonian em Washington, DC, venha aqui para conhecer uma história condensada da escravidão: por que ela começou, como funcionou, de onde vieram as pessoas escravizadas na África e mais importante, como isso os impactou e como eles sobreviveram. É pequeno (2 quartos), mas os cartazes e outras exposições são eficazes. Tem alguns livros sobre escravidão e reconstrução à venda. Encontramos estacionamento na rua e há estacionamentos nas proximidades.
Google
Escrita a 12 de fevereiro de 2024
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

MadamDefargeGW
Silver Spring, MD73 contributos
5,0 de 5 bolhas
fev. de 2023 • Casais
Se este museu não te fizer chorar, nada o fará. Teve um impacto emocional maior para mim e para meu marido do que qualquer outro que já vimos.
Se você quer entender o que a escravidão fez ao nosso país, não pode perder este museu
Google
Escrita a 14 de janeiro de 2024
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

Felicia B
Morrisville, Carolina do Norte243 contributos
5,0 de 5 bolhas
jul. de 2023 • Casais
Durante a nossa visita tivemos o prazer de assistir a uma apresentação da Sra. Christine, apreciamos muito a sua apresentação. O museu fica a poucos passos do Charleston Street Market (garagens de estacionamento estão disponíveis a poucos passos).
Google
Escrita a 6 de janeiro de 2024
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

AuntK21327
12 contributos
4,0 de 5 bolhas
out. de 2023 • Amigos
Pelo preço, vá ver. Não é o maior dos lugares, mas fica no verdadeiro mercado de escravos. O que eu faria qualquer dia em um prédio mais novo. A história em que você está contribui para isso. Muitas informações fornecidas. A maioria eu tinha alguma ideia, mas também aprendi algumas coisas. Recomendo ver.
Google
Escrita a 29 de outubro de 2023
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

Life2Travel
Denver, Carolina do Norte1 574 contributos
4,0 de 5 bolhas
out. de 2023 • Casais
Esta foi uma parada como parte de um bilhete combinado que compramos. O museu é pequeno e há muita informação para ler. Havia muita informação, mas parecia desconectada. Eu não sabia por onde começar e terminar com as exposições. Felizmente, cronometramos bem a nossa visita quando Christine começou sua apresentação sobre a escravidão doméstica. Esta apresentação definitivamente contribuiu para o nosso tempo neste museu.
Google
Escrita a 22 de outubro de 2023
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

abroadwithashley
Minneapolis, MN1 444 contributos
4,0 de 5 bolhas
jul. de 2023 • Casais
Um museu rápido (30 a 45 minutos). Este foi um local ativo para o comércio de escravos durante os últimos anos do comércio interno de escravos na América. No entanto, o museu fornece algumas boas informações e aprendemos alguns fatos até então desconhecidos. Não tenho certeza se essa é uma “visita obrigatória” em Charleston, mas por US$ 5/pessoa (para professores), vale a pena ir.
Google
Escrita a 22 de outubro de 2023
Esta avaliação é a opinião subjetiva de um membro do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.

A mostrar resultados 1 a 10 de 542
A receita afeta as experiências destacadas nesta página, saiba mais.
Este é o seu anúncio no Tripadvisor?
É o proprietário ou gerente deste estabelecimento? Obtenha um perfil gratuitamente para responder às avaliações, atualizar o seu perfil e muito mais.
Faça a gestão do seu anúncio

Old Slave Mart Museum - O que saber antes de ir (ATUALIZADO 2024)

Perguntas frequentes sobre Old Slave Mart Museum

De acordo com os viajantes do Tripadvisor, estas são as melhores formas de conhecer Old Slave Mart Museum: